Ana Rita Bandeira de Melo | A ANA RITA
11
page-template,page-template-full_width,page-template-full_width-php,page,page-id-11,ajax_fade,page_not_loaded,,qode-theme-ver-7.5,wpb-js-composer js-comp-ver-5.2.1,vc_responsive
slider-ana.3jpg

INSPIRADORA

slider-anavs2

ALEGRE

slider-ana.2jpg

INTUITIVA

Alegre, Inspiradora, intuitiva são alguns dos adjectivos que me servem/definem.

Depois de duas décadas de trabalho na área da gestão, decidi seguir o meu coração e dedicar-me ao que gosto de fazer: Ajudar as pessoas a viverem a Vida, vibrando com as oportunidades de cada dia e vencendo as exigências do dia-a-dia.

No início do meu projecto, Lisboa foi o centro da minha actividade.

Desde 2014 anos que me desloco a várias zonas do país e estou aberta a viajar cada vez mais dando a possibilidade a todos de, presencialmente, aprenderem a conectar-se e a desenvolverem a sua intuição e mediunidade, o seu GPS interno.

Mãe de duas filhas maravilhosas, sogra de um comunicador nato, companheira de um amante da cultura oriental, todos me apoiam e ajudam no meu crescimento pessoal.

Terra e campo são uma necessidade absoluta por isso caminhar na natureza é um dos meus hobbies favoritos. Seja no Alentejo ou no Minho descobrir o campo, os rios e os ecossistemas envolventes ajuda-me a ligar aos ciclos da terra e viver em maior harmonia.

Quando em 2006, me apercebi da minha capacidade sensitiva e mediúnica, passei por um período de incredulidade. Hoje, passados anos, estas minhas capacidades estão mais desenvolvidas, aceito-as e utilizo-as na minha vida pessoal e ensino outros a se desenvolverem neste âmbito.

Se tivesse que definir o que faço numa única palavra seria: Ensino.

Ensino a sentir, a seguir a intuição, ensino a linguagem do espirito, ensino deixar ir o que nos prende ao passado, ensino a encontrar a força interior para seguir em frente, respeitando a natureza de cada um.

Ensino a viver com entusiasmo, a vencer o medo, vibrando com as oportunidades, obtendo vitória no que desejamos para nós.

Sei que a vida é feita de ciclos e, acredito que para nos alinharmos com os ciclos que agora se estão a iniciar, necessitamos de desenvolver a intuição, a ligação com a nossa essência, para que possamos apurar o GPS interno que nos vai guiar através dos momentos desafiantes, a fazer as mudanças o mais harmoniosamente possível.

A intuição é esse sussurro que insiste em nos contactar e dizer o que encanta e abre o nosso coração. Ao aprende a ouvi-la tudo se torna mais claro, mais simples, mais harmónico.